O DIA QUE O PALHAÇO CHOROU

PALHAÇO-TRISTE.-dois

O palhaço como sempre vive a fazer palhaçada, com sua voz jocosa, com olhar meigo, vivem a fazer a alegria de muitas gentes por aí.

Palhaços são assim mesmo, faz bobice sem ter medo errar, imita uma galinha sem vergonha de ser uma galinha.

Dizem por ai que palhaço não chora isto não é verdade, palhaços são palhaços e tem sentimentos.

Vou contar a história do palhaço Rapadura que todos os dias sai do seu circo e vai entrando nos lugares para caçar sorriso, sorriso não, gargalhadas.

Palhaço rapadura quando vai ao hospital não chora, mas lá ele materializa a alegria em sorriso, transforma a tristeza em uma agitação do coração.

Convidado para palestrar na maior universidade do país se surpreendeu com a dureza do certo doutor, que nem aqui se formou.

O doutor que nem aqui se formou expôs sua opinião sem pensar com coração.

“Estas crianças de menores precisam receber punições maiores, não precisam de palhaço e nem amores de estranhos, estas crianças de menores escolheram ser de maiores, então só lhes cabem punição, ”.

Neste dia o palhaço chorou, pois o doutor não compreendia o mundo com o coração, sua mente punitiva não fora capaz de ver um país que se perde por falta de compreensão.

Neste dia o palhaço chorou ….

E transformou suas lágrimas em oração, clamando a Deus por mais amor e que este amor seja quente como cachorro-quente.

FIM

Copyright © 2016 by Bruno Cesar Teixeira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s